Acesse a sua conta para acessar rápidamente às melhores ofertas. Se ainda não tem uma conta clique aqui

Japamala Venda

há 1 semana Diversos Belo Horizonte 90 visualizados

R$20

  • img
  • img
  • img
Localização: Belo Horizonte
Valor: R$20



Vendo Japamalas (novos) para prática Ho' oponopono

Preço: varia de 20,00 a 25,00 (depende do modelo)

Gentileza entrar em contato pelo chat do Balcão ou whatsapp: (31) 9 9271.3476 (Luciana) que envio as fotos dos modelos e cores disponíveis.

Obrigada.

Japamala— em sânscrito, Japa: repetição, Mala: cordão — é um acessório muito utilizado para ajudar na contagem de orações ou entoações de mantra. Popularmente conhecido como rosário de orações, ele nasceu na Índia e foi trazido ao Ocidente pelos romanos como um importante artefato de devoção espiritual, principalmente para as religiões hinduísta e budista. A verdade é que todos sabem do seu uso, mas poucos conhecem a sua anatomia e significados.

Tassel

Também conhecida como borla, essa parte representa a energia criada a partir da meditação. Dizem que os fios individuais estão se movimentando e fluindo a todo momento em constante mudança. Isso representa a mudança dentro do imutável, a ilusão da separação e o lembrete ao desapego e à impermanência. Ele também é símbolo das mil pétalas de Saharsrara – ou chakra da coroa – e ainda significa iluminação espiritual.

Contas

No total são 108 cristais semi-preciosos, pedras ou contas de rudraksha, incluindo o grânulo do guru que compõe o cordão.

Guru Bead — Meru

O uso do japamala é antigo e começou há milhares de anos; seus primeiros vestígios aparecem no hinduísmo em que era tradicionalmente composto por 108 contas. Dizem que há 108 linhas de energia ligadas ao coração; uma delas está diretamente ligada à autorrealização. Quase todos os cordões apresentam um talão extra, maior na extremidade próxima ao Meru, que sinaliza o fim de uma rodada no ciclo japa. Também dizem que o Meru é feito para representar a conexão professor/aluno. Quando um ciclo japa é completado, não deve-se cruzar o Guru Bead; em vez disso, deve-se virar o cordão ao contrário e continuar recitando o mantra através das contas. Dizem que o Meru também representa os solstícios de verão e inverno, quando o sol para o seu curso e reverte as direções.

Usar esse artefato é uma maneira simbólica de se conectar consigo mesmo, com os elementos e com os ciclos naturais do universo.